Vou de bike com o meu marido

Você já pensou em ser um casal que pedala? Conheça essa linda e inspiradora história de um casal que redescobriu através da bike a harmonia e a confiança no casamento.

Muita gente imagina o romance como principal ingrediente de um relacionamento amoroso. E se eu te disser que o princípio de parceria é o que realmente faz uma relação durar no tempo?

O dia a dia faz com que aquele glamour dos inícios se transforme em algo normal. E sabe o que resta? Se o relacionamento for verdadeiro: a parceria!

É o que você vai descobrir a partir de agora com o casal Karla e Cristóvão

Como tudo começou? Como viramos um CASAL EM PEDAL? Bem, meu marido já pedalava há um ano e eu pensava: ‘que vontade de pedalar também…’ Mas deixava esse desejo abafado e nem comentava sobre ele. Além disso, sempre admirei as mulheres ciclistas da minha cidade e a vontade crescia a cada dia…

Certo dia, ele comprou uma bike um pouco melhor e passamos a primeira para nossa filha mais nova, que precisava urgentemente de fazer uma atividade física. Ela foi em um pedal com o pai e chegou morta, reclamando e dizendo que não voltava mais rsrs (acho que o pai exagerou no primeiro giro dela kkk só acho kkk) De qualquer forma, tínhamos então uma bicicleta parada em casa…

Enquanto isso, eu só sabia reclamar… Reclamava de TUDO: Que ele demorava para voltar, que se atrasava para o almoço dos domingos, que chegava sujo, cheio de barro e que sujava a casa que tinha acabado de limpar…

Um dia, como em um passe de mágica, parei de reclamar! Parei de reclamar de quando ele saía sem hora para voltar, de quando entrava imundo em casa, de quando levantava cedo e fazia barulho arrumando as coisas para ir enfrentar um sol de rachar… ‘Mas como assim? Parou de reclamar de uma hora para a outra?’ Sim! Parei de reclamar assim que ele me chamou e eu fui! Aí eu percebi o quão prazerosa é essa atividade! 😍 Isso foi há 1 ano! 😍😍 Não queremos mais parar! ❤❤ Me apaixonei por esse esporte que só nos traz alegria (cansaço também rsrs mas é um cansaço que limpa a alma!) Foi assim que tudo começou…

Não reclamo mais pois chegamos os dois atrasados para o almoço (agora entendo porque ciclista tem hora para sair, mas não tem hora para voltar rsrs) mas sempre juntos, relaxados e realizados…. Hoje eu sei que bike é tão bom, mas tão bom que deveria ser elogio! Tipo assim: ‘você é tão bike’! A cada pedal agradeço por ele ter me incentivado a começar e a me superar… e incentiva até hoje! #vou_de_bike_com_meu_marido e somos um @casalempedal

Karla Veloso Vitalino – Administradora do perfil @casalempedal no Instagram e no Facebook

https://www.facebook.com/casalempedal/?ref=br_rs

Casada há 25 anos, mãe de duas meninas (23 e 17 anos), dona-de-casa, professora de inglês, formada em Psicologia e apaixonada pela bike.

É verdade que cada relação é única e diferente. Também é verdade que cada casal tem suas particularidades. Mas desde que haja amizade e parceria, é possível construir formas muito peculiares de fazer com que a relação perdure. Não se deixe levar por sentimentos ou pensamentos que só cobram e destroem. Pense por um minuto e responda: de que forma você vê sua relação amorosa hoje? Quem sabe está faltando ELA a BICICLETA!

É mulher na bike que a gente quer ver no outubro rosa?

O pedal outubro rosa #juntassomosmais em Guarapuava foi lindamente colorido por mulheres maravilhosas. Cada uma no seu ritmo, no seu tempo e na sua vontade abrilhantaram as estradas e a cidade de Guarapuava. Parabéns a família @los_manolos_elas_no_pedal e @biksstore e a todos que colaboraram para este lindo e emocionante evento.

Saiba mais

Compartilhe suas considerações

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vou de Bike e Salto Alto. Mulheres amantes da bike e do salto alto encontram seu lugar para dividir experiências.

Acompanhe-nos


Seja notificada por e-mail sobre novas publicações