Nós vamos invadir sua trilha

Conheça os grupos femininos de bicicleta que estão cada vez mais presentes em todo Brasil.

Um artigo publicado pela Comunidade Científica Americana, apontou um novo indicador para saber o quão ciclável é uma cidade: e surpreendentemente o resultado é pelo número de mulheres que pedalam nas ruas.

Segundo a pesquisa, quanto mais mulheres pedalando, mais humanas e “amigas dos ciclistas” são as cidades.

MAS COMO É ESSE MUNDO FEMININO SOBRE DUAS RODAS?

Todos já perceberam a quantidade de mulheres que vem aderindo o uso da bicicleta nos últimos anos.

Apoiadas e estimuladas por outras grandes mulheres, sendo algumas dessas, líderes em suas comunidades, elas tem transformado e causado um fenômeno que vem ajudando a quebrar as barreiras que impedem que mais mulheres andem de bicicleta. Cada uma dessas mulheres incríveis possui uma ampla variedade de interesses e são apaixonadas por qualquer modalidade com duas rodas. Elas adoram pedalar e querem compartilhar o amor com outras mulheres. Elas são mulheres comuns, que conseguem fazer a diferença, compartilhando os benefícios do uso da bicicleta.

Tudo começa com encontros pequenos, tímidos e quase desacreditados. Mas que vão ganhando forma e cada vez mais adeptas ao longo dos encontros.

ao mesmo tempo em que promove autonomia e empoderamento por meio da bicicleta.

Esses grupos procuram estimular especificamente as mulheres a repensarem suas relações com a cidade e utilizar a bicicleta de uma maneira segura e agradável. Eles são uma ótima oportunidade de promover encontros, conversas, compartilhar experiências, espelhar mais meninas e, principalmente, pedalar em grupo.

AS TRILHAS ESTÃO CADA VEZ MAIS COLORIDAS

Juntamente com a vontade de pedalar vem a vontade de pedalar linda e colorida. Nesse mundo da bike feminina roupas e acessórios cor de rosa ou coloridas ganham movimento, seguem padrões de beleza e movimentam a economia. Sem contar na autoestima, no prazer de ir para trilha com jeito e cores femininas. Essa é umas das principais características desses grupos atuais, sua marca registrada são seus uniformes encantadores seguindo a tendencia da moda e das redes sociais. Porque não basta só pedalar, mas pedalar com estilo e beleza. Afinal, a única coisa que nos diferenciam dos homens na trilhas é o batom, a unha pintada e as roupas rosadas maravilhosas, porque no mais, já estamos de igual para igual.

CONHEÇA TRÊS GRUPOS FEMININOS QUE VEM TRANSFORMANDO SUAS COMUNIDADES

Gostaríamos de citar todos os grupos do Brasil, infelizmente isso não é possível, então escolhemos alguns para representá-los.

“O Pedal da Mari” – Jaraguá do Sul (SC)

São dezenas de eventos que já reuniram milhares de ciclistas, que incentivaram, estimularam e fizeram com que centenas de pessoas começassem a pedalar também.

Como tudo começou?

Segundo Marines Ronchi, organizadora do Pedal da Mari. “Comecei a organizar eventos em 2011 quando um grupo de amigos de Joinville me pediu um roteiro para fazer aqui em Jaraguá, vieram 28 pessoas convidadas por e mail . Seis anos depois o pedal da Mari já reuniu 15.000 mil pessoas em mais de 60 eventos em SC. Desses grandiosos encontros nasceram o “Pedala Jaraguá” com mais de 300 participantes e um grupo feminino o “Girando com Elas” que é especificamente para mulheres, que a cada novo evento mais e mais adeptos se apaixonam pela bicicleta.

Como seria sua vida sem a Bicicleta?

NÃO SERIA….

“Reinvente-se você também! A vida sempre vale a pena”!

Não importa quando você queira começar, apenas tente !!!

AS GURIAS DO PEDAL (Taquara no Rio Grande do Sul)

Geni Silva, cada vez mais apaixonada pela bicicleta e por todos os benefícios que vinha sentindo, pensou que isso deveria ser compartilhado e que poderia ajudar outras mulheres com a sua história, seu exemplo e sua paixão pela bicicleta. Foi quando resolveu convidar “azamigas” para um pequeno encontro, mas desta vez não seria num bar,mas sim, numa trilha e de Bicicleta.

“Como eu pedalava com meu marido só aos domingos, mas não gostava de ficar o sábado sem ter o que fazer, chamei através do facebook alguma mulher que quisesse pedalar comigo. No primeiro encontro fomos em 11, depois diminuiu bastante, mas não desistimos.

Até que em agosto de 2016 o grupo ganhou corpo, cor, alegria, disposição e hoje somos mais de 45 mulheres.

Nós nos encontramos no mínimo duas vezes por semana, mas o pedal de sábado é o mais sagrado.

Criamos uma forte relação de amizade, respeito e amor. Depois dos pedais gostamos de bater papo, sempre fazemos encontros, jantares entre famílias e ajudamos entidades carentes.É um grupo muito unido e forte.”

A maior mudança segundo ela foi o laço de amizade que se formou entre elas, são mais parceiras e todas gostam muito de pedalar juntas e em contato com a natureza. “Um sentimento que não existe palavras para descrever tamanha emoção e felicidade que a bicicleta trouxe para minha vida e na vida das Gurias do Pedal”

Like Bike Luziânia (GO)

A criação do Grupo Like Bike

Segundo Tatiana Guimarães criadora do grupo, ela precisava agir em prol de um significado, um sentido e valores fazem parte de um legado que escolheu como missão de vida! “Com as experiências mais significativas que pude ter com a bike e o bem-estar que ela me propunha, eu queria que todos pudessem vivenciar essa felicidade. Contagiada de alegria e com superações incríveis, me inspirei na em outras mulheres e grupos e idealizei um grupo feminino”.

“Eu queria que todos tivessem a mesma oportunidade que eu estava tendo! A felicidade é algo tão simples que por vezes a encontramos somente no passado, ou a projetamos para o futuro, e deixamos de vivenciá-la”.

Fiz um projeto e lancei na minha comunidade! Vem aí …Like Bike !! Um grupo cujos objetivos são o bem-estar, os relacionamentos positivos, nos quais o padrão de beleza é a saúde, visando o amor ao próximo e a união! Foi um sucesso, é um sucesso! Hoje somos 186 membros. Com esse crescimento tive que reestruturar o grupo com a participação efetiva de alguns membros na administração do mesmo. Estamos felizes, pedalando e curtindo a vida com mais intensidade na dimensão do SER mais bem humanos!

E o recado do grupo Like Bike para você?

Ai de mim se não fossem os meus sonhos, a minha vontade de viver e vencer … Ai de mim,se não fosse a esperança que carrego comigo,a ousadia de crer.. Ai de mim, se eu não acreditasse na paz, mesmo longínqua, utópica,porém não difícil de acontecer…Ai de mim, se por um instante eu não acreditasse que os milagres acontecem primeiramente dentro de nós.

Sou Viviane Mendonça , Ciclista, cicloturista e cicloativista há 15 anos
“Incentivadora do uso da bicicleta entre as mulheres!”
Facebook Fanpage – https://www.facebook.com/voudebikeesaltoalto
Instagram – https://www.instagram.com/vou_de_bike_e_salto_alto/
Por Viviane Mendonca – Geógrafa , historiadora e apaixonada por bicicleta
Post dedicado à todas as mulheres que pedalam pelo nosso país afora.

É mulher na bike que a gente quer ver no outubro rosa?

O pedal outubro rosa #juntassomosmais em Guarapuava foi lindamente colorido por mulheres maravilhosas. Cada uma no seu ritmo, no seu tempo e na sua vontade abrilhantaram as estradas e a cidade de Guarapuava. Parabéns a família @los_manolos_elas_no_pedal e @biksstore e a todos que colaboraram para este lindo e emocionante evento.

Saiba mais

Compartilhe suas considerações

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vou de Bike e Salto Alto. Mulheres amantes da bike e do salto alto encontram seu lugar para dividir experiências.

Acompanhe-nos


Seja notificada por e-mail sobre novas publicações