Mulheres que inspiram: Silvana Ramos

“Aprendi a respeitar o próximo, a reconhecer meus limites… Me tornei um novo ser humano.”

Vou de Bike e Salto Alto apresenta para vocês a linda e inspiradora história de Silvana Ramos e sua bike a “Dona Onça”.

Silvana é da cidade de Palhoça / SC, contadora por profissão e ciclista por paixão. E quanta paixão aconteceu na vida desta mulher linda e encantadora desde que incluiu a bike na sua vida. Acompanhe a leitura fofa deste caso de amor.

Quando começou a pedalar? Desde criança pedalei, minha infância sempre teve bike envolvida. Na adolescência ela ficou de lado, não me interessava por esse mundo, entrei na vida adulta sem pedalar. Em meados de 2008 decidi comprar uma bicicleta, e de fato não existia um motivo, só queria comprar. (risos) E foi aí que tudo começou, eu já não vivia sem a minha “onça”, ela era uma bike muito simples, mas me levava em todos os lugares que eu queria ir (trabalho, casa das amigas, passeios…), desconhecia capacete, luva, roupa apropriada, eu só pedalava e pedalava…

Qual o motivo por ter escolhido a bicicleta como prática de exercícios?

Entre 2008 até Maio 2012 o único motivo era a praticidade de ir de bike, com ela eu me livrava do transito e chegava sempre mais cedo no serviço ou em casa. Mas em Junho de 2012 minha vida deu uma volta gigantesca, meu noivado de 8 anos acabou, me via sem chão, e foi ela, a “Dona Onça” que me livrou de uma depressão. Eu já não vivia mais, eu sobrevivia, vivia trancada e só saia para pedalar, sem perceber eu fui me libertando da tristeza, pedalava todo santo dia pela praia e a tristeza durou apenas o inverno, o verão chegou e eu percebi que eu não viveria NUNCA MAIS sem pedalar.

Como a bicicleta entrou na sua vida?

Eu costumo pensar que Deus colocou a bike de forma “corriqueira” em minha vida para que eu pudesse enfrentar tantas coisas ruins de forma mais leve. A bike me trouxe libertação, me mostrou que sou capaz de enfrentar “o mundo” sem perder o rumo, e de quebra me trouxe meu melhor amigo e meu parceiro de pedais, o João. Conheci o João quando fui com meu ex noivo na loja dele comprar a “Dona Onça”, quando eu vi ele na loja eu fiquei encantada logo de cara, mas ficou só no encantamento, eu era noiva e ele namorava. Eu já tinha a loja em meu facebook e a vida seguiu… Os anos passaram e o João percebeu que eu estava solteira, ele também estava o/, e então ele me chamou inbox para conversar “sobre bike” (risos). Trocamos telefones, algumas mensagens e desde então se passaram 2 anos de amor, parceria e respeito.

Como é a sua vida, sua relação e rotina com a bicicleta? Vivo bicicleta!

Sou embaixadora SPZ Florianópolis, Capitã no Grupo pedal Rosa/ Pedal Continente.

https://www.facebook.com/pedalrosagrupopedalcontinente/?ref=br_rs

Também participo ativamente da rotina da Loja Ciclovil Bike. https://www.facebook.com/profile.php

Em Outubro de 2015 eu e uma amiga, a Gisele, percebemos que faltava um grupo só para as meninas, existia o Grupo Pedal Continente, mas por ser um grupo misto muitas meninas tinham receio de pedalar, pois temiam atrapalhar os meninos… Então, criamos o Pedal Rosa. A Gi engravidou e hoje o Pedal Rosa é capitaneado por mim, Daiane e Marta, meus braços direitos junto ao grupo. Temos ao todo 173 meninas no grupo. Nos encontramos nos eventos anuais do grupo, pedais semanais e estamos sempre criando um encontrinho casual (Jantas, Piqueniques, Mecânica Básica…).

Eu faço tudo que posso com a bike. Se preciso ir em algum lugar e este lugar permite que a minha bike fique segura, eu vou. Os pedais com o grupo quase sempre são em trilhas, e de fato a sensação é INIGUALÁVEL, é necessário que se viva isso para entender o que eu digo. Possivelmente a minha vida seria vazia sem a bicicleta.

Qual o seu conselho ou recado para as pessoas que estão iniciando ou pensando iniciar uma rotina com a bicicleta? Inicie JÁ! Daqui um tempo seu pensamento será: Porque não comecei antes. (é o meu).

É mulher na bike que a gente quer ver no outubro rosa?

O pedal outubro rosa #juntassomosmais em Guarapuava foi lindamente colorido por mulheres maravilhosas. Cada uma no seu ritmo, no seu tempo e na sua vontade abrilhantaram as estradas e a cidade de Guarapuava. Parabéns a família @los_manolos_elas_no_pedal e @biksstore e a todos que colaboraram para este lindo e emocionante evento.

Saiba mais

Compartilhe suas considerações

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vou de Bike e Salto Alto. Mulheres amantes da bike e do salto alto encontram seu lugar para dividir experiências.

Acompanhe-nos


Seja notificada por e-mail sobre novas publicações