Mulheres que inspiram

“Amo levar as mulheres iniciantes para pedalar, ensino como mudar as marchas da Bike e como encarar as subidas, elas amam e se viciam. Adoro todas elas”.

Mulheres vem transformando suas vidas e de muitas outras por todo país através da bicicleta. A ideia é mostrar quem são elas e como a bicicleta mudou seu modo de viver e olhar o mundo.

Rose é uma delas, que através da bicicleta vem reunindo semanalmente dezenas de mulheres para pedalar, divertir, extravasar e buscar mais qualidade de vida juntas, aproveitando a cidade e suas belezas naturais da melhor forma possível. De Bicicleta.

É através da bike que ela se realiza e realiza a felicidade de muitas mulheres, principalmente as iniciantes. Rose é uma especie de bike teacher misturada com bike anjo, pois ensina todo o passo a passo nos primeiros pedais antes de introduzi-las nas trilhas. Sabedoria e paciência que fazem desta mulher linda e madura um exemplo de Ciclista.

Convido você a conhecer um pouquinho da história da Rose MTB. Quem sabe você também pode se inspirar e começar a pedalar aí na sua cidade.

Rose Barbosa tem 54 anos, casada e mãe de três filhos. Em sua casa todos pedalam e todos tem histórias com a Bike, inclusive filho e nora são proprietários da melhor Bicicletaria da cidade e guias turísticos para ciclistas.

Rose é moradora da pequena cidade de Itararé no interior de São Paulo, que é cercada pela Mata Atlântica e possui diversas atrações para turistas: passeios de trilhas, cachoeiras e cânions.

É neste cenário encantador e especial na divisa com o Estado do Paraná que a Rose vem fazendo história através da bike.

Quando Começou sua Relação com a Bicicleta?

“Comecei a pedalar há 6 anos, aqui minha família toda pedala. Fiquei 40 anos sem pedalar e por ironia do destino meu filho montou uma loja de Bike aqui em Itararé o Itarareadventure e me incentivou a começar. Ele então encomendou uma Bike para mim e quando realizei meu primeiro passeio me apaixonei”.

“Foi aí que minha vida mudou e minha qualidade de vida melhorou muito. Comecei a pedalar aos sábados e acompanhar os passeios das trilhas de MTB . Era um grupo composto por aproximadamente 20 ou mais ciclistas na maioria homens, mas nem por isso desisti. Com a persistência e os passeios em grupo perdi vários quilos e ganhei um condicionamento físico que nunca tive antes de começar a pedalar. E o resultado? Nunca mais parei”.

Bicicleta: Elo de Amizade e Desafios Para as Mulheres

Depois de todas estas transformações na vida da Rose, ela sentiu que deveria e poderia influenciar e incentivar outras mulheres para iniciar a prática de pedalar. Mas pedalar apenas aos sábados era pouco, então iniciaram pedais as quartas-feiras com apenas 2 meninas, que hoje se transformou em um grupo de iniciantes com mais de 40 mulheres.Nestes pedais para iniciantes a Rose ensina a mudar as marchas e reconhecer os perigos da MTB, avaliando e orientando se estão prontas para se juntar ao grupo nas trilhas. O marido Osmar é o maior incentivador que acompanha todos os passeios, ajudando na segurança do grupo e sempre motivando todas as mulheres.

Afinal, pelos amigos somos capazes de nos reinventar e de nos apaixonar uns pelos outros descobrindo que a vida faz muito mais sentido quando compartilhada.

Fazendo a Diferença

“Eu amo pedalar, mas amo mais ainda levar às iniciantes para serem felizes, não ganho dinheiro com isso. É tudo gratuito e meu melhor pagamento é a gratidão. Deixo sempre claro que nosso pedal é um passeio, por isso nem marcamos no strava, minha intenção é o de proporcionar alegria e não a competição. Os nossos percursos são de 20 até 40 km, onde fazemos várias paradas para unir o grupo com direito a muitos lanchinhos”.

Segundo Rose, a sensação de liberdade o vento e o sorriso no rosto das amigas são motivos de muitas alegrias e um grande prazer de viver .

Para Rose a bike realmente mudou a sua vida e a de muitas mulheres de Itararé.

Estas histórias têm como objetivo incentivar você a experimentar uma vida mais livre e feliz junto à bicicleta, trilhas e amigos. Espero que tenha gostado.

Aguardo sua história, suas experiências, críticas e sugestões.

Bikebeijo

É mulher na bike que a gente quer ver no outubro rosa?

O pedal outubro rosa #juntassomosmais em Guarapuava foi lindamente colorido por mulheres maravilhosas. Cada uma no seu ritmo, no seu tempo e na sua vontade abrilhantaram as estradas e a cidade de Guarapuava. Parabéns a família @los_manolos_elas_no_pedal e @biksstore e a todos que colaboraram para este lindo e emocionante evento.

Saiba mais

Compartilhe suas considerações

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vou de Bike e Salto Alto. Mulheres amantes da bike e do salto alto encontram seu lugar para dividir experiências.

Acompanhe-nos


Seja notificada por e-mail sobre novas publicações